SAÚDE BEM ESTAR

Viva mais! Viva Melhor!

Saude A-Z

Acidente Vascular Cerebral: 7 Fatos que você precisa saber

A maioria das pessoas pensam que o acidente vascular cerebral é uma doença do cérebro que afeta pessoas de uma certa idade.

No entanto, isso não é verdade, pois os dados mostram que mais e mais jovens podem sofrer um acidente vascular cerebral.

Isto é devido a uma série de causas, como colesterol ou diabetes.

Para tentar evitar um acidente vascular cerebral é muito importante entender e saber sobre.

Acidente Vascular Cerebral

Uma doença em ascensão

Nos últimos anos, a quantidade de pessoas que sofreram um acidente vascular cerebral tem aumentado consideravelmente.

A relevância desta doença é encontrada como a segunda causa de morte geral em nosso país.

No caso das mulheres, o AVC é a primeira causa de morte, daí a importância de poder preveni-lo.

Quais os tipo de AVC?

Basicamente, são resumidos em dois:

Acidente vascular cerebral isquêmico – Este geralmente ocorre através da obstrução ou uma diminuição repentina no fluxo de sangue em uma artéria do cérebro, o que irá resultar em uma falta de circulação vascular no local.

Este tipo de incidente é responsável por mais de 80% dos casos.

Acidente vascular cerebral hemorrágico – Já o segundo tipo de AVC é causado pelo rompimento espontâneo da artéria e o sangue vai para dentro do cérebro.

Por este motivo, antigamente o acidente vascular cerebral era mais comumente conhecido como “derrame”, já que havia o derramamento de sangue no cérebro.

Este tipo de AVC, na maioria das vezes, está relacionado a problemas de hipertensão arterial.

Você pode começar a evitar

É verdade que quanto mais avançada a idade, o risco de sofrer um acidente vascular cerebral é muito maior.

Há outra série de fatores que também podem fazer com que uma pessoa sofra deste mal, como é o caso do histórico familiar.

No entanto, a grande maioria dos casos de acidente vascular cerebral é devido a uma série de fatores de risco, que podem ser evitados se você seguir uma vida tão saudável quanto possível.

Hipertensão e acidente vascular cerebral

Se a pessoa sofre de hipertensão, ela tem uma chance maior de sofrer um acidente vascular cerebral ao longo de sua vida.

Evitar comer sal nas refeições, não consumir alimentos ricos em sódio como é o caso de produtos enlatados e pré-cozidos, são alguns conselhos dos profissionais de saúde para controlar a hipertensão.

Cuidado com o colesterol

Muito cuidado também com o colesterol alto, este é outro fator de risco para um acidente vascular cerebral.

Mais e mais pessoas com menos de 40 anos de idade sofrem de acidente vascular cerebral por causa de ter o colesterol mais alto do que o normal.

Os especialistas recomendam evitar o consumo de gorduras saturadas e optar por gorduras saudáveis, como as do azeite extra virgem ou do peixe.

Vigiar o açúcar no sangue

É muito importante monitorar os níveis de açúcar no sangue para evitar o risco de acidente vascular cerebral.

As pessoas que sofrem de diabetes devem seguir uma dieta sem açúcar e se exercitar diariamente.

Além de reduzir o consumo de açúcares, é importante controlar o consumo de carboidratos, pois os mesmos favorecem altos níveis de açúcar no sangue.

Sofrer arritmias aumenta o risco de acidente vascular cerebral

Quase metade dos acidentes vasculares cerebrais que ocorrem em nosso país são devidos às arritmias que a pessoa sofre.

No caso de sofrer de algum tipo de arritmia, é importante consultar um médico, pois as chances de sofrer um acidente vascular cerebral também serão altas.

Mas você sabe quais são os sintomas do AVC?

Fiquem atentos (as) aos sintomas, quanto mais rápido o atendimento, melhor:

sintomas do AVC

Agir o mais rápido possível

O acidente vascular cerebral é uma doença em que a agilidade é fundamental para evitar males maiores.

Agir a tempo é fundamental na hora de evitar graves sequelas no nível cerebral.

Quando os médicos recebem um aviso sobre um possível caso de acidente vascular cerebral, eles ativam o que é conhecido como “código acidente vascular cerebral” e tratam a pessoa o mais rápido possível.

Graças aos avanços da medicina, tivemos importantes progressos no que diz respeito ao tratamento do acidente vascular cerebral.

Referências:

Governo do Brasil – https://www.gov.br/

Compartilhe!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *