SAÚDE BEM ESTAR

Viva mais! Viva Melhor!

CORONAVÍRUS

Diferença entre pandemia e epidemia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou no início de 2019 que a doença provocada pelo COVID-19 é uma pandemia.

No início, essa palavra pode revelar-se alarmante para muitas pessoas, pois nos lembramos de outros tipos de doenças que também mataram muitas pessoas, como é o caso da gripe espanhola ou da peste.

No entanto, a sociedade tem avançado muito e pandemia não é tão perigoso como anos atrás, quando as medidas de higiene e desconhecimento em relação a muitos vírus era muito menor.

Felizmente, hoje, desde que sejam tomadas as medidas certas, controlar uma pandemia como o coronavírus é possível.

Diferença entre uma pandemia e uma epidemia

Todas as pandemias são graves?

Em primeiro lugar, temos que começar dizendo que uma pandemia é apenas a propagação de uma nova doença por todo o mundo.

Pelo contrário, a epidemia refere-se à quando a doença afeta apenas algumas áreas do planeta, embora atinja um número grande de pessoas, ela se extingue após certo período e não afeta outras regiões.

A grande diferença, portanto, entre uma epidemia e uma pandemia é o raio de ação de sua incidência. A gravidade depende da doença em questão.

Como você lida com uma pandemia

O mais eficaz na hora de conter a pandemia é aplicar no país infectado diversas medidas de contenção como é o caso do fechamento de escolas, restaurantes ou proibir reuniões/aglomerações de pessoas.

As medidas são necessárias para evitar, em qualquer momento, que o vírus contagie um número significativo da população.

Muitas pessoas podem pensar que tais medidas são um pouco exageradas, já que o efeito letal desse tipo de vírus não é comparável a outros muito mais letais, como é o caso do Ebola.

No entanto, como você verá abaixo, eles são necessários para evitar que o próprio vírus se espalhe rapidamente por toda a população.

Por que essas medidas são tomadas

As medidas acima mencionadas são tomadas devido aos seguintes motivos ou causas:

O COVID-19 é uma espécie de coronavírus que se contagia com grande facilidade e rapidez. Em comparação com a famosa gripe espanhola, o coronavírus tem uma taxa de contágio muito maior.

Tais medidas de contenção de tal pandemia são essenciais para não saturar os sistemas de saúde.

Se essas medidas de contenção não fossem tomadas, o contágio iria aumentar consideravelmente e os hospitais chegariam a transbordar por causa das pessoas contaminadas.

Os pacientes não iriam ser tratados como deveriam e, no final, haveriam mais óbitos do que os atuais.

O coronavírus é um vírus e até hoje não se sabe nada de como vai ser a sua evolução.

Sem saber de nada, só podemos tomar essas medidas de contenção e evitar sua rápida disseminação. Talvez uma pessoa que tenha se curado de tal vírus possa se infectar em alguns meses do mesmo vírus.

Como você pode ver, a palavra pandemia não é para temê-la, já que o que realmente tem que parar é a própria doença, como é o caso do COVID-19.

Infelizmente, quando o vírus começou a se espalhar em Wuhan, na China, medidas oportunas e adequadas não foram tomadas, e o que poderia ser considerado uma simples epidemia, foi se espalhando pelo resto do planeta dando origem à famosa pandemia.

Compartilhe!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *