SAÚDE BEM ESTAR

Viva mais! Viva Melhor!

Saude A-Z

Você sabe o que é lipedema?

Há muitas mulheres que acumulam gordura excessiva na área das pernas. Embora a princípio pareça um problema relacionado à obesidade, na maioria das vezes, essa gordura acumulada é causada por uma doença chamada lipedema.

A gordura excessiva é geralmente acumulada nas pernas, embora também possa ser nos braços.

Estima-se que 10% da população feminina sofram deste problema. Além do tema estético, o lipedema afeta negativamente a qualidade de vida da mulher.

lipedema

Quais as causas do lipedema?

Até hoje, as causas exatas pelas quais uma mulher pode sofrer dessa doença não são conhecidas.

No entanto, deduz-se que o lipedema pode ser causado pelos seguintes fatores:

  • Uma mudança hormonal importante na mulher, seja por uma gravidez ou pela chegada da menopausa.
  • A herança genética da família é outra das possíveis causas pelas quais uma mulher pode sofrer de lipedema.

Como saber que você tem lipedema

O principal e mais claro sintoma é o acúmulo de gordura na área das pernas, embora também possa ocorrer nos braços. Além disso, há outra série de sintomas:

  • A área afetada torna-se bastante pesada e vários hematomas são formados.
  • Com o passar dos dias, o acúmulo de gordura faz com que a mulher sofra diferentes episódios de dor. Isto se repercute de uma maneira negativa na hora de poder descansar e de poder levar uma vida o mais normal possível.
  • A gordura excessiva nas pernas causa uma limitação de mobilidade significativa na mulher afetada.
  • O aspecto emocional da mulher também é afetado de uma maneira bastante importante. É frustrante ver como apesar de seguir uma determinada dieta e alguns hábitos de vida saudável, a gordura nestas áreas localizadas não é eliminada.

Como diagnosticar lipedema

Se a mulher tiver um grande acúmulo de gordura nas pernas ou nos braços, ela deve consultar um médico.

Um exame físico e os sintomas são suficientes para certificar que se sofre de lipedema. A desproporção entre o tronco e as pernas é uma prova incontestável de que a mulher em questão sofre dessa doença.

Tratamento do lipedema

O lipedema pode ser tratado de duas maneiras diferentes:

  • A primeira consiste em reduzir o máximo possível os sintomas. Para isso, aconselha-se a utilização de compressas em toda a zona em que se encontra acumulada a gordura. Evitar ingerir produtos com muito açúcar. Eliminar os alimentos processados também é muito importante, além de seguir dietas ricas em alimentos como peixes, frutas e vegetais.
  • O segundo tipo de tratamento é realizado quando a dieta ou as meias não têm o efeito desejado. Nesse caso, recorre-se à cirurgia . Através dela, uma quantidade significativa de gordura é extraída da área afetada. Graças a essa intervenção, o volume das pernas é reduzido de forma considerável e a dor desaparece.

Em resumo, o lipedema não é uma doença que possa ser ignorada, já que grande parte da população feminina sofrem deste mal (e provavelmente não saibam).

Muitas vezes é confundida com a obesidade, embora sejam duas coisas totalmente diferentes.

O lipedema é muito difícil de eliminar (mas não impossível), apesar de seguir uma dieta adequada ou exercitar-se regularmente.

No caso de observar um acúmulo excessivo de gordura nas pernas, é importante ir ao médico e passar por um exame físico que ajude a emitir um diagnóstico verdadeiro e lhe acompanhar em todo o tratamento.

Saúde & Bem Estar

Compartilhe!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *