SAÚDE BEM ESTAR

Viva mais! Viva Melhor!

ALERGIAS

Pneumonia Sintomas, diagnóstico e tratamento


A pneumonia é uma infecção que acontece nos alvéolos e nos tecidos pulmonares.

Diferente da gripe e de outras doenças causadas por vírus e bactérias, a pneumonia não é de fácil transmissão. Não se pega pneumonia facilmente.

A doença pode ser causada por diversos tipos de bactérias, vírus ou fungos , por isso existem vários tipos de pneumonia, a bacteriana ou viral, a química e por fungos.

  • Bacteriana é a mais comum, pois existem bactérias em nosso nariz, boca, garganta, pele e tecidos, podendo causar pneumonia caso o nosso sistema imunológico esteja debilitado.
  • Viral é causada por vírus que se instalam nos pulmões.
  • A química é causada por fatores externos, como fumaça, agrotóxicos ou produtos químicos.
  • Por fungos, que é pouco comum, mas muito agressivo, porque os fungos atacam as pessoas imunodeprimidas, pacientes soropositivos e em tratamento oncológico ou que estão internadas em uti e que respiram com ajuda de aparelhos.

Uma gripe e resfriado mal curados, diabéticos, pessoas com insuficiência cardíaca, pacientes idosos, podem desencadear uma pneumonia, isso porque o sistema imunológico do paciente está debilitado, sem as defesas o organismo não consegue proteger os pulmões contra as bactérias e o órgão fica suscetível às bactérias que se alojam ali e desencadeiam a inflamação.


A pneumonia costuma ser causa de várias mortes em pacientes idosos e com baixa imunidade.

Apesar de ser mais comum em pacientes idosos, a pneumonia também acomete crianças, jovens e adultos.

Os sintomas em crianças podem ser um pouco diferente dos observados em idosos, as crianças podem apresentar sintomas isolados, como apenas tosse e febre ou somente dificuldade de respirar.

PNEUMONIA: SINTOMAS

Listamos abaixo os principais sintomas da pneumonia. Lembrando que eles podem se manifestar separadamente ou em conjunto:

  • Falta de ar
  • Tosse seca e/ou acompanhada de catarro de cor amarela ou verde
  • Febre alta
  • Dor nas costas
  • Prostração
  • Alteração na pressão arterial
  • Dor no peito
  • Cansaço extremo
  • Respiração dolorosa
  • Vômito e náuseas

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico é feito através de exame físico, exames clínicos como auscultação dos pulmões, exames de sangue e de catarro para identificar a bactéria, tomografia computadorizada e raios-x do tórax para determinar a gravidade e localizar a lesão no pulmão.


Existem vários tipos de pneumonias, por isso é importante o acompanhamento de um médico especialista, que pode ser um clínico geral ou um pneumologista, para que seja detectado e diagnosticado corretamente o tipo de pneumonia.

Pneumonia

TRATAMENTO

O tratamento é feito com antibióticos que impedem a evolução dos vírus e bactérias que causam a inflamação, dentre eles estão a amoxicilina, acetilcisteína, eritromicina, levofloxacino.

Algumas vezes é necessária a internação do paciente, pois caso haja febre persistente ou a idade avançada pode comprometer outros órgãos, como os rins e o coração.

É preciso que haja repouso, ingestão de água e cuidados com a alimentação.

A pneumonia tem cura, porém é preciso que o paciente siga corretamente as orientações médicas, caso contrário ela pode ter graves complicações, em especial aquelas pessoas do grupo de risco.

Isso porque, se não tratada adequadamente, as bactérias podem se espalhar pela corrente sanguínea e prejudicar outros órgãos do corpo causando a deterioração de algum órgão.

Ela pode causar também, derrame pleural, que é quando há o acúmulo de líquido entre as camadas de tecido entre os pulmões e a cavidade torácica, também chamada de pleura e pode causar abscesso pulmonar, que acontece quando há formação de pus em alguma cavidade pulmonar.

Saúde & Bem Estar a todos (as)!

Nossos artigos são baseados em diversos estudos e informações de alta qualidade, além de muita pesquisa sobre o assunto.


Compartilhe!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *