SAÚDE BEM ESTAR

Viva mais! Viva Melhor!

Notícias e Especialistas Saude A-Z

Colesterol

O colesterol, embora possa parecer contraditório, é importante para o nosso organismo, pois se trata de uma gordura responsável pelo bom funcionamento do mesmo.

Vamos falar mais a seguir sobre os tipos de colesterol, sintomas do colesterol alto e também o tratamento adequado.

Ele é usado pelo nosso sistema para produzir vitaminas, ácidos biliares que ajudam na digestão das gorduras e na produção de hormônios, como a testosterona, o estrogênio e o cortisol.

O colesterol está presente nos órgãos como coração, fígado, cérebro, pele, intestinos,  nervos e músculos. Essa gordura também existe nos animais.

Ele é produzido em grande parte, cerca de 70%, pelo nosso próprio organismo, no fígado.

No entanto, os outros 30% são decorrentes da dieta. Se ingerirmos alimentos gordurosos com frequência, haverá uma adição anormal de colesterol no organismo, o que não é bom.

Os níveis de colesterol devem ser equilibrados, tanto se estiver alto quanto  baixo é prejudicial para o bom funcionamento do corpo.

Nos tipos analisados de colesterol existem, o LDL (Low-density lipoprotein) também chamado de “colesterol ruim”, o HDL (High-density lipoprotein) conhecido como “colesterol bom”, o VLDL (Very-low density lipoprotein) e o COLESTEROL TOTAL.

O LDL é uma lipoproteína que se acima dos níveis necessários, se acumula nas artérias e coronárias  formando placas de aterosclerose que dificultam a passagem do sangue para órgãos como o cérebro e coração, podendo causar infarto e acidente vascular cerebral. Por ser uma substância  gordurosa que circula no sangue, o colesterol não se dissolve.

O HDL é uma lipoproteína  responsável por retirar a gordura do sangue e levá-la para o fígado de onde será excretada.

Ele é um limpador das artérias que leva o “colesterol ruim” para o fígado onde será quebrado.

O VLDL é uma lipoproteína cuja função é distribuir para outros tecidos o colesterol e triglicérides a partir do fígado, quando esses elementos são liberados na corrente sanguínea e se tornam fonte de energia para o corpo.

Já o COLESTEROL TOTAL é a soma de todos os outros cujo cálculo de seus níveis é utilizado para avaliar fatores de risco para doenças cardiovasculares.

Sintomas do colesterol alto

É uma doença silenciosa, mesmo quando o paciente apresenta altos níveis, não apresentará sintomas.

Uma avaliação médica de rotina é o aconselhado para estar sempre em dia com os níveis adequados de colesterol.

O exame deve ser feito pelo menos uma vez por ano, principalmente se tiver fatores de risco, como tabagismo, obesidade, histórico familiar, diabetes e idade avançada, embora as crianças também desenvolvam a doença.

Por isso é necessário a avaliação segura de um profissional, pois quando o paciente  sente incômodos como, dor no peito, fadiga, falta de ar e palpitações, já pode ter alguma doença associada aos altos níveis de colesterol,como angina ou até mesmo infarto agudo do miocárdio.

Diagnóstico

O médico realizará exames clínicos, onde serão feitas perguntas sobre o histórico da doença na família, pois existem fatores genéticos que contribuem.

Obesidade, sedentarismo, tabagismo e hábitos alimentares também serão investigados e exames laboratoriais de sangue feitos com jejum de 12 horas.

Colesterol Alto: Tratamento

Muitas vezes o tratamento para baixar o colesterol pode ser feito apenas com dieta, exercícios e mudança de hábitos, como deixar o cigarro e o álcool.

Mas se essas mudanças não forem eficazes, além delas, o médico poderá receitar medicamentos para o controle da doença.

Os mais usados são: Sinvastatina, Lovastatina, Vytorin e Atorvastatina. O tratamento e o remédio escolhido varia de pessoa para pessoa, por isso somente o médico saberá qual é o melhor para cada caso.

Evite a auto medicação!

É importante dizer que para que as taxas de colesterol estejam equilibradas, tanto no HDL quanto no LDL, é preciso ter uma alimentação saudável, fazer exercícios físicos regularmente, consumir gorduras boas, fugir dos produtos enlatados e industrializados, pois estes possuem grande concentração de gordura na sua formulação e nunca deixar de procurar o médico para exames de rotina.

Saúde & Bem Estar a todos (as)!

Nossos artigos são baseados em diversos estudos e informações de alta qualidade, além de muita pesquisa sobre o assunto.

Compartilhe!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile