SAÚDE BEM ESTAR

Viva mais! Viva Melhor!

Saude A-Z

A relação direta entre a gripe e os problemas cardiovasculares

Anúncios Patrocinados:
54 / 100

A chegada do outono é causa diferentes condições, como é o caso da gripe.

Especialistas e profissionais alertam que a gripe é uma doença mais grave do que pode parecer no início.

Se o paciente apresentar algum fator de risco essa condição pode se agravar muito mais como é o caso de problemas respiratórios ou cardiovasculares.

O coração é um dos órgãos que mais sofre com a gripe e os problemas cardíacos aparecem por esse motivo, o ideal é também ter cuidado com o vírus da gripe.

a gripe e os problemas cardiovasculares

A relação da gripe com infarto e acidente vascular cerebral

Diferentes estudos foram realizados e chegaram a conclusão que aumentam as chances de sofrer uma doença cardiovascular muito grave quando se o quadro é de gripe.

Cerca de 1% dos infartos produzidos pela gripe, têm relação direta com a tal condição respiratória segundo estudos apontados. (Possa parecer pouco, mas em grande escala essa porcentagem se torna grande)

Os especialistas observam que a gripe multiplica em até dez vezes o risco de sofrer um infarto ou acidente vascular cerebral.

Portanto, é preciso ter um cuidado especial quando se trata de gripe, principalmente no caso de ter problemas cardíacos ou certos problemas respiratórios.

A importância da vacina contra a gripe

Por esse motivo a grande maioria dos médicos aconselham seus pacientes a tomarem a vacina para assim reduzir muito o risco de sofrer um processo gripal durante esses meses.

Ser vacinado reduz o risco de gripe durante os meses de outono e inverno. Desta forma, muitas mortes podem ser reduzidas tanto por infarto ou acidente vascular cerebral.

No entanto, o perigo é muito maior, já que hoje, infelizmente, o corona vírus está presente. Isto torna essencial a vacinação.

Embora os números sejam pouco encorajadores, várias pessoas simplesmente ignoram o assunto e a necessidade de tomar a vacina.

Não custa nada vacinar-se e evitar futuros problemas relacionados ao sistema respiratório e cardiovascular.

O que fazer para evitar o vírus da gripe

A além de se vacinar, os profissionais aconselham uma série de diretrizes a seguir e prevenir tal contágio entre pessoas com maior fator de risco:

As medidas preventivas da gripe são as mesmas que com o Covid-19. É essencial manter uma boa higiene nas mãos e evitar tossir perto de outra pessoa.

Máscaras são essenciais, mas não se tem comprovação de que o seu uso irá protegê-lo 100%. Também é importante evitar aglomerações entre pessoas.

Se a pessoa for do grupo de risco é necessário seguir todas as medidas de proteção rigorosamente.

Como já dissemos, não tomar a vacina pode colocar em perigo a própria vida de pessoas que sofrem de gripe.

As chances de sofrer um infarto ou um acidente vascular cerebral, é muito maior do que em uma pessoa saudável e que tenha se prevenido.

Como você pode ver, o vírus da gripe tem uma grande importância, assim como o recente Covid-19.

Verificou-se a relação direta entre a própria gripe e, conforme estudos e pesquisas, também os problemas cardiovasculares e respiratórios.

Manter em dia a vacina contra a gripe e seguir as medidas preventivas aconselhadas pelos médicos e muito importante, pois irá evitar um processo viral como o da gripe.

Compartilhe!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *